Brincar no balanço pode aumentar cooperação entre crianças

meninas brincando balançando, balanço, parque, parquinho, playground, play, escola, sincronia, cooperação, amigas, colaboração, atividade, aprender a cooperar, educação infantil


Cooperação ocorre quando duas ou mais pessoas trabalham juntas para resolver um problema, realizar uma tarefa conjunta ou criar um produto que não poderia ter sido criado por só um dos indivíduos.

A cooperação é essencial para sustentação da cultura humana e desempenha um papel fundamental no desenvolvimento sócio-cognitivo das crianças.

A capacidade de cooperação depende de uma motivação básica para interagir com outro indivíduo, bem como de habilidades sociais e cognitivas específicas. O sucesso em tarefas de cooperação pode ser aprimorado expondo os indivíduos a experiências onde há tarefas compartilhadas e demanda de atividade sincronizada.

Em um estudo recente, os pesquisadores queriam saber se a experiência com atividade sincronizada em balanços (sim, como aqueles das pracinhas), com pares de crianças que não se conheciam previamente, poderia influenciar a cooperação entre elas em tarefas subsequentes.


estudo, pesquisa, crianças balançando, balanço, parque, parquinho, playground, play, escola, sincronia, cooperação, amigas, colaboração, atividade, aprender a cooperar, educação infantil


O estudo foi divido em duas etapas. Primeiro, as crianças de 4 anos de idade foram separadas em duplas. Algumas duplas eram colocadas para balançar em sincronia, com o movimento de vai e vem ocorrendo em ciclos de tempo controlados, com apoio de adultos. Outras duplas balançaram sem sincronia, desordenadamente.

Em seguida, as mesmas duplas tinham que realizar uma série de tarefas com o objetivo de avaliar suas habilidades de cooperação. Em uma atividade, por exemplo, as crianças jogaram um jogo de computador que exigia que elas pressionassem os botões ao mesmo tempo para que uma figura de desenho animado fosse exibida na tela.

Os pesquisadores descobriram que as crianças que se balançavam em sincronia completaram as tarefas mais rapidamente, indicando melhor cooperação do que aquelas que balançaram sem sincronia. Na tarefa de pressionar o botão, os pares que estiveram balançando juntos mostraram uma maior tendência de levantar as mãos estrategicamente antes de pressionarem o botão para sinalizar sua intenção para a outra criança, o que provou ser uma tática de sucesso para a tarefa.

meninas, estudo, pesquisa, crianças balançando, balanço, parque, parquinho, playground, play, escola, sincronia, cooperação, amigas, colaboração, atividade, aprender a cooperar, educação infantil, estratégia


Segundo os pesquisadores, para as crianças, mover-se em sincronia pode criar uma sensação de "ser como" outra criança que, consequentemente, pode encorajá-las a se comunicarem mais e a tentar trabalhar juntos.

"A cooperação tem um lado social e cognitivo, porque as pessoas podem resolver problemas que não conseguiram resolver sozinhos", disse um dos autores da esquisa. "Nós não sabíamos antes de iniciar o estudo que a cooperação entre crianças de 4 anos poderia ser aprimorada através da simples experiência de se mover juntos. É interessante que a cooperação das crianças possa ser profundamente alterada por suas experiências".

Os autores acreditam que os resultados deste estudo podem ter implicações fora do laboratório. Os professores e os pais podem oferecer oportunidades de "sincronização" para grupos de crianças, seja pela música, pela dança ou pelo jogo.



Bibliografia
RABINOWITCH E MELTZOFF. Synchronized movement experience enhances peer cooperation in preschool children. Journal of Experimental Child Psychology, 2017.