Em bilhete, mãe pede para professora não mandar tarefas para casa pois estão cansados


Nesta semana, uma professora publicou nas redes sociais uma foto registrando um bilhete enviado por uma mãe na agenda do filho. Na mensagem, a mãe solicita à professora que não envie tarefas para casa, pois a “rotina” da família não permite a realização dos mesmos. Na carta, a mãe escreve: “nós estamos cansados demais para fazer o dever de casa”.






Leia a mensagem na íntegra:

“Bom dia! Sra Professora,
Solicito não anexar os trabalhos de casa durante a semana. Nossa rotina aliada às atividades extra-curriculares do aluno não nos permite fazê-los. Já tentamos diversas vezes, porém, nós e o aluno estamos cansados demais para fazer o dever de casa. Envie somente na sexta, pois serão feitos no final de semana. Durante a semana é inútil!


A mensagem tem gerado debates nas redes sociais sobre necessidade das tarefas para casa na educação das crianças.

Enquanto muitos educadores lembram da importância das tarefas para reforçar em casa o que foi aprendido na escola, outros educadores e pais advertem para o fato de que na Educação Infantil é um exagero solicitar da criança pequenas tantos trabalhos para casa além das atividades já realizadas na escola.

Compartilhar no facebook


Buscamos mais informações sobre o ocorrido e constatamos que se trata de uma criança da Educação Infantil, de 3 anos de idade. Concordamos que, para esta faixa etária, o encaminhamento frequente de tarefas para casa é dispensável. Por outro lado, acreditamos também que a responsável teria melhor se colocado se, ao invés de justificar-se com o argumento de não ter tempo ou estarem cansados, questionasse junto à equipe escolar sobre a necessidade dessas atividades e esclarecesse que tais obrigações têm sobrecarregado as crianças, podendo, consequentemente, trazer prejuízos para o desenvolvimento cognitivo e socioemocional das mesmas.

E você, o que acha?


Leia também: Precisamos melhorar a escola antes de nos preocuparmos com dever de casa, diz educador