Os 6 tipos de comportamentos sociais das crianças durante a brincadeira na teoria de Mildred Parten

por Eduardo de Rezende

Na primeira metade do século passado, a socióloga americana Mildred B. Parten Newhall (1902 – 1970) descreveu seis categorias de comportamento social das crianças durante atividades de lazer. Ao longo dos anos, o trabalho de Parten tornou-se referência na compreensão e na investigação social do comportamento de brincar das crianças.

brincadeira comportamento desocupado, solitária, observador, paralela, associativa, cooperativa

Estilos parentais: como a relação pais-e-filhos contribui para o suicídio de adolescentes




Em 2012, o suicídio foi a segunda maior causa da morte em jovens entre 15 e 29 anos em todo o mundo. O dado é um alarme que têm exigido urgentemente investigações e propostas de estratégias de enfrentamento a fim de prevenir o infortúnio.

Para ajudar no entendimento do fenômeno, em um estudo publicado recentemente, psicólogas brasileiras pesquisaram qual a influência dos estilos parentais na ocorrência de suicídio desta população — ou seja, como o comportamento dos pais em relação aos filhos favorece ou protege os adolescentes do suicídio.

As duas dimensões do Transtorno Opositivo-Desafiador pode ajudar a entender diferentes consequências do transtorno

por Eduardo de Rezende

Em estudos recentes, pesquisadores tem considerado o Transtorno Opositivo-Desafiador como uma categoria bidimensional, com um componente afetivo (raiva/ irritabilidade) e outro comportamental (desafio/ oposição). A diferenciação entre as duas dimensões explicaria diferentes resultados futuros e manifestação de outros transtornos ao longo do tempo, como depressão e transtorno de conduta.

ABPMC lança cartilha gratuita com guia de ajuda para profissionais e pais de autistas


A Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental (ABPMC) lançou recentemente a cartilha Ele é autista: como posso ajudar na intervenção? A cartilha é um guia para profissionais e pais com crianças autistas sob intervenção analítico-comportamental.

Escrito pelos psicólogos Marilu Borba e Romariz Barros, doutores especialistas no assunto, o texto tem como objetivo apresentar a Análise do Comportamento Aplicada (ABA, em inglês) de forma acessível e didática, tendo como público alvo pais, professores e profissionais da saúde que atendam crianças com Transtorno do Espectro Autista.

Culpa e Perdão – Crianças até 4 anos precisam de “pistas” para identificar arrependimento do transgressor


por Eduardo de Rezende

Relações amigáveis e cooperativas são muito importantes para conquista de objetivos individuais ou coletivos, e nós humanos, dentro de nosso grupo social, confiamos muito em nossos relacionamentos cooperativos para nossa sobrevivência e bem-estar. Assim, quando alguma transgressão ocorre e prejudica nossos relacionamentos, é muito importante que a gente conserte essas relações para continuarmos nos beneficiando da vida em grupo e da cooperação.

Mas, como consertamos nossas relações rompidas?

Atividade infantil para as crianças aprenderem a perdoar; perdão, culpa, arrependimento, remorso, educação infantil