Adolescente de 14 anos foge de casa na quarentena de pijama após ouvir comunicado sobre violência doméstica na rádio local



Ao redor do mundo, aparecem notícias alarmantes de aumento do número de queixas policiais relacionadas à violência doméstica, após diversos governos terem decretado isolamento social.

Especialistas explicam que o convívio prolongado de vítimas com agressores dentro de casa, aumenta a probabilidade de agressão. Isso vale tanto para mulheres quanto para crianças.

Nessa semana, um caso de violência doméstica chamou atenção do noticiário inglês. Na cidade de Plimude, no sudoeste da Inglaterra, um adolescente de 14 anos apareceu de surpresa numa estação de rádio para denunciar que estava sendo vítima dentro da própria casa.

Crianças de pais separados são proibidas de ir para outra casa durante quarentena na África do Sul


A situação dos filhos de pais divorciadas com guarda compartilhada ou com direito de visita foi um dos desafios que vieram junto com a crise do coronavírus e a orientação do governo de isolamento social.