Saúde mental dos filhos durante pandemia do coronavírus: orientação para pais e cuidadores

Saúde mental dos filhos com ansiedade durante crise covid 19

Crianças e adolescentes reagem ao que veem dos adultos ao seu redor. Quando pais e cuidadores lidam com a crise do COVID-19 com calma e confiança, eles podem fornecer o melhor suporte para seus filhos.

Nem todas as crianças e adolescentes respondem ao estresse da mesma maneira. Algumas alterações comuns a serem observadas incluem:

 Choro ou irritação excessiva em crianças pequenas

 Regressão a comportamentos que já superaram (por exemplo, fazer xixi na cama)

 Preocupação ou tristeza excessiva

 Hábitos alimentares ou de sono não saudáveis

 Irritabilidade ou birra fora do comum

 Evitar atividades que gostavam anteriormente

Dores de cabeça inexplicáveis ou dores no corpo

 Uso de álcool, cigarro ou outras drogas por adolescentes

Há muitas coisas que você pode fazer para ajudar seu filho:


 Tire um tempo para conversar com seu filho ou adolescente sobre o surto de COVID-19. Responda a perguntas e compartilhe fatos sobre a crise de uma maneira que seu filho ou adolescente possam entender.

 Tranquilize seus filhos informando que eles estão seguros. Deixe-os saber que está tudo bem caso eles se sentirem chateados. Seja um bom exemplo e compartilhe com eles como você lida com seu próprio estresse, para que eles aprendam a lidar como você.

 Limite a exposição de sua família à cobertura de notícias do evento, incluindo as mídias sociais. As crianças podem interpretar mal o que ouvem e podem ter medo de algo que não entendem.

 Tente seguir as rotinas regulares. Se as escolas estiverem fechadas, crie um cronograma para atividades de aprendizado e atividades de recreação divertidas.

 Seja um modelo e oriente seus filhos a dormirem bem, alimentarem-se bem e fazer exercícios.

 Conecte-se com seus amigos e familiares. A criança não precisa ficar completamente isolada: ela pode, por exemplo, interagir com colegas e primos através de jogos online.



Compartilhar no WhatsApp