Como trabalhar com alunos com TDAH em sala de aula | Dicas e estratégias

aluno hiperativo, como trabalhar com alunos com tdah em sala de aula, como trabalhar com alunos com tdah em sala de aula, tdah como lidar em sala de aula, aluno hiperativo, como trabalhar com aluno hiperativo em sala de aula, como lidar com aluno hiperativo, como lidar com hiperatividade infantil, hiperatividade na escola como lidar, atividades para alunos hiperativos, hiperativo ou imperativo, alunos com tdah na escola


Veja como trabalhar com alunos com TDAH em sala de aula!

Roberto, de 9 anos, distrai-se com facilidade. Às vezes com um colega, outras vezes com um lápis que cai no chão, com a caneta que vira um super-herói ou com o que vê pela janela.

Quando a tia Cristiane faz uma pergunta, ele nem espera ela acabar de perguntar. Responde com pressa. Mas, descuidado, não acerta. Nada de ler parágrafos grandes, Roberto não consegue prestar atenção por muito tempo.

Roberto é desorganizado, muitas vezes esquece seu material em casa ou na sala de aula. As anotações no caderno são atrapalhadas e, na maioria das vezes, inacabadas.

Roberto não para na cadeira. Agora mesmo, está ele lá… olhando pela janela.



Como trabalhar com aluno hiperativo em sala de aula?


Se você é professor, com certeza conhece algum aluno hiperativo na sala de aula, como Roberto. Aí aparece a dúvida: como trabalhar com um aluno hiperativo, como lidar com TDAH na sala de aula?

Lidar com alunos hiperativos e desatentos é um desafio para os professores. Já para os alunos, a escola é o desafio: um lugar “chato”, onde é preciso seguir regras e manter-se sentado e atento durante horas. O recreio, com certeza, é a hora mais legal!

Mas escola é lugar de aprender. Sem o devido cuidado, essas crianças podem ter prejuízos em sua aprendizagem e desenvolvimento social. Uma das dúvidas mais frequentes de professores é saber como lidar com aluno hiperativo na sala de aula.

Abaixo vamos ver algumas dicas de como trabalhar com alunos com TDAH em sala de aula.




Aluno hiperativo TDAH em sala de aula, alunos com tdah em sala de aula, como trabalhar com alunos com tdah em sala de aula, tdah como lidar em sala de aula, aluno hiperativo, como trabalhar com aluno hiperativo em sala de aula, como lidar com aluno hiperativo, como lidar com hiperatividade infantil, hiperatividade na escola como lidar, atividades para alunos hiperativos, hiperativo ou imperativo, alunos com tdah na escola


Algumas estratégias podem ser usadas em sala de aula para evitar esses problemas. Veja:



1. Arrume as cadeiras de forma que permita a movimentação do professor por toda a sala, tendo acesso a todos os alunos. O contato positivo do professor diretamente com o aluno é muito importante.
2. Mantenha os alunos que se distraem facilmente sentados próximo ao professor, sem que isso seja uma punição. Ou localize a cadeira do estudante longe da janela e corredor, minimizando distrações visuais e auditivas.
3. Coloque sentadas, ao lado da criança distraída, crianças que são modelos de atenção. Evite comparações entre elas, a outra criança é só um modelo, não um rival.
4. Estabeleça uma rotina de aula e agenda. Procure manter a criança em um meio organizado, com normas claramente especificadas e limites definidos para que ela saiba o que é esperado dela — uma ideia é que as regras sejam construídas e discutidas com todos os alunos.
5. Conscientize o aluno do tipo de prejuízo que alguns comportamentos trazem para ele e para o grupo.


O aluno não gosta de ficar sentado?



1. Incentive a participação mais ativa da criança em sala de aula como, por exemplo, um ajudante do professor.
2. Você também pode pedir que a criança se levante para realizar alguma tarefa, oferecendo assim uma oportunidade dela se movimentar sem atrapalhar o andamento da aula.
3. Ofereça pequenos intervalos entre as tarefas.





Para facilitar o desenvolvimento da aprendizagem:


  
1. Mostre que você valoriza a organização, oferecendo alguns minutos para que os alunos organizem suas carteiras e separem o material a ser usado antes de começar as atividades.
2. Aproxime-se da criança quando estiver dando explicações ou apresentando a lição.
3. Faça uma revisão das instruções quando estiver apresentando assuntos novos e verificar se os estudantes compreenderam as instruções — pedir que um deles repita o que é para ser feito.
4. Ao invés de passar todo conteúdo e depois avaliar, proponha exercícios a cada passo dado. Assim você reforça o aprendizado e evita tarefas longas e entediantes.
5. Caso seja necessário um teste ou exercício com mais de uma página, ofereça uma folha e só entregue a próxima quando o aluno terminar a primeira.
6. Elogie os alunos frequentemente quando eles agirem de forma adequada. Ofereça elogios específicos do tipo: “Eu gosto de ver você fazendo suas tarefas com tanta qualidade!”. Evite elogios generalizados como: “Bom garoto!”.
7. Dê oportunidade ao aluno de demonstrar suas habilidades. Por exemplo: se o aluno apresentar habilidades de leitura, peça para ele ler para a turma. Evite pedir que ele se exponha em tarefas que tem dificuldade.
8. Encoraje a cooperação entre os alunos durante as tarefas de aprendizagem.