Leon Eisenberg: Pai do TDAH confessa que inventou a doença? (FALSO)


Há alguns anos circula na internet a notícia de que o médico que inventou o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) revelou, meses antes de falecer, que o transtorno era uma doença inventada, uma farsa, uma mentira!

O médico mencionado é o psiquiatra norte-americano Leon Eisenberg (1922 – 2009). Ele teria feito a confissão durante uma entrevista para a revista alemã Der Spiegel.



eisenberg confessa doença tdah é inventada pai do tdah declara-se mentiroso, leon eisenberg tdah mentira, tdah existe ou não, tdah doença inventada, tdah existe mesmo, eisenberg confessa doença, tdah farsa, leo eisenber
Leon Eisenberg: "Pai do tdah declara-se mentiroso?"


O TDAH não existe? Seria o transtorno uma mentira: uma doença inventada?
A verdade é que essa notícia é enganosa!


A entrevista com o Dr. Eisenberg de fato aconteceu. Mas a maneira como as palavras do psiquiatra e o texto da reportagem da revista foram difundidos pelas redes sociais está totalmente equivocada.





Eisenberg confessou que a doença é uma farsa? Vamos aos fatos:


1)  O Dr. Leon Eisenberg não é o pai ou inventor do TDAH. O transtorno tem sido descrito há mais de um século (ver aqui a história do TDAH), época em que Leon Eisenberg sequer havia nascido.

O texto da revista se refere ao doutor como “pai científico” (wissenschaftliche Vater, no original em alemão) porque Eisenberg contribui muito com o desenvolvimento dos conceitos modernos dos transtornos de comportamento e também na divulgação do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM).


2)  Em nenhum momento Eisenberg disse que o TDAH não existe, mas sim que o transtorno tem sido descrito e diagnosticado de forma equivocada, em situações onde os comportamentos problemas são, na verdade, consequência das vivências sociais da criança, ou seja "fabricado" pelo meio. A reportagem da revista apresentava uma crítica contra a prescrição exagerada de medicamentos e diagnósticos duvidosos. A fala do Dr. Eisenberg foi incluída na reportagem para fundamentar essa crítica. 


Eisenberg confessa que doença é uma farsa?


Não! A reportagem da revista apresentava uma crítica ao excesso de uso de medicamentos e aos diagnósticos exagerados de TDAH em todo o mundo. Na entrevista, Leon Eisenberg reconhecia que muitos dos comportamentos que hoje são equivocadamente diagnosticados como TDAH são, na verdade, “fabricados” pelo ambiente social onde a criança vive. Para ele, esses comportamentos não podem ser vistos como causados “pela genética” e que os “fatores sociais” devem também ser considerados.

Ou seja, não era uma revelação de que que o TDAH foi "fabricado", mas uma crítica aos diagnósticos exagerados quando, em muitas situações, o comportamento era fabricado pelo ambiente social.  


pai do tdah declara-se mentiroso, leon eisenberg tdah mentira, tdah existe ou não, tdah doença inventada, tdah existe mesmo, eisenberg confessa doença, tdah farsa, leo eisenber