Aprendizagem Distraída: fazer várias tarefas enquanto estuda só prejudica sua aprendizagem

O que é aprendizagem distraída

O que é Aprendizagem distraída?


Aprendizagem distraída se refere ao hábito de se engajar em múltiplas tarefas enquanto se supõe estar focado no estudo.

Tal comportamento tem se tornado cada vez mais frequente entre o público jovem, seja em casa ou na escola, e comumente envolve o uso de mídias eletrônicas de entretenimento durante o estudo.

 
São exemplos de aprendizagem distraída:
 

navegar pelas redes sociais enquanto assiste uma videoaula

assistir uma série da Netflix enquanto faz as tarefas escolares para casa

conversar no whatsapp durante a aula

 
Embora muitos estudantes acreditam estar imunes aos efeitos da distração ou mesmo que são mais produtivos executando multitarefas, diversas pesquisas têm mostrado que não: multitarefas tem diversos impactos negativos na aprendizagem.
 
 

Prejuízos da aprendizagem distraída:

 

1. As tarefas de aprendizagem demoram mais para serem concluídas por causa do tempo gasto com distração e porque, cada vez que retorna a tarefa, o aluno perde tempo se familiarizando novamente com o material.

2. Fadiga mental causada pela alternância entre as tarefas. O custo cognitivo é especialmente alto ao alternar entre as tarefas que exigem diferentes conjuntos de habilidades cognitivas.

3. Há prejuízos na retenção do conteúdo (memória de longo prazo) quando, durante o processo de codificação, a atenção está dividida entre tarefas.

4. Dificuldade para generalização do conteúdo (ou transferência) para novos contextos, pois quando um aluno está distraído durante o aprendizado, seu cérebro “processa” as informações de maneiras menos útil.

5. Multitarefas durante o processo de aprendizagem está negativamente associado ao desempenho do aluno em avaliações.

 
 

O que fazer?

 
Banir o uso de mídias eletrônicas e redes sociais não parece ser uma boa estratégia. O recomendado é que os educadores sejam ativos em orientar os estudantes a reconhecer os prejuízos desse hábito e instruindo-os a gerenciar distrações relacionadas com tecnologia durante o estudo.
Distrações são parte do mundo em que vivemos, portanto, ajudar nossos alunos a gerenciá-las irá capacita-los com uma habilidade essencial para toda a vida.
 
 
 
Compartilhar no WhatsApp


Compartilhar no Facebook


Para saber mais:

 
Shelly J. Schmidt (2020). Distracted learning: Big problem and golden opportunity. Journal of Food Science Education, 1-14.
 
Rosen, Carrier e Cheever (2013). Facebook and texting made me do it: Media-induced task-switching while studyingComputers in Human Behavior29(3), 948-958.
 
Glass e Kang (2019). Diving attention in the classroom reduces exam performance. Educational Psychology, 39(3), 395–408.
 
May e Elder (2018). Efficient, helpful, or distracting? A literature review of media multitasking in relation to academic performance. International Journal of Educational Technology in Higher Education, 15, 13.
 
Lin, Cockerham, Chang e Natividad (2015). Task speed and accuracy decrease when multitasking. Technology, Knowledge and Learning, 21(3), 307–323.