Cartões de Resposta | Uma estratégia para participação ativa dos alunos em sala de aula

Alunos em sala de aula com cartões de resposta

Uma estratégia que tem sido bastante difundida no exterior, porém pouco conhecida por aqui no Brasil, é o uso de cartões de resposta em sala de aula.

Essa é uma estratégia que incentiva a participação ativa dos alunos em sala de aula, aumenta a frequência com que eles interagem com o professor e se engajam na atividade de aprendizagem.


Funciona assim: cada criança recebe um conjunto de cartões que serão utilizados para interagir com o professor durante a aula.

O conjunto de cartões pode conter palavras (ex. sim, não, falso, verdadeiro), números, letras, cores diferentes, figuras etc. Depende da criatividade do professor!

Enquanto o professor apresenta o conteúdo da aula, ele envolve a turma colocando algumas questões. Os alunos respondem levantando seus cartões com as respostas correspondentes. Se mais de ¼ da turma apresentar respostas incorretas, o professor orienta os alunos a corrigir as respostas oferecendo as instruções necessárias.


Exemplo

Numa aula de português, a professora instrui os alunos sobre a diferença entre substantivos comuns e próprios. Em seguida, ela apresenta uma lista de palavras, uma por vez, acerca das quais os alunos devem responder se é um substantivo comum ou um substantivo próprio. Pode ser combinado, por exemplo, que o cartão vermelho corresponde ao substantivo comum e o cartão verde ao substantivo próprio. Em cada palavra apresentada pela professora, os alunos devem levantar o cartão correspondente.

A atividade pode também ser feita antes da instrução do conteúdo, para professora avaliar o conhecimento prévio dos alunos.



Uma variação dessa estratégia é oferecer aos alunos plaquinhas (ex. papel em branco plastificado) que funcionam como um mini-quadro-branco onde eles podem escrever palavras, respostas de matemática ou ainda desenhos.

Pesquisas mostram que o uso de cartões de respostas é mais efetivo para o engajamento e aprendizagem dos alunos do que o modelo tradicional de interação entre professor e alunos onde só um aluno responde por vez levantando a mão.


Vantagens

► Todas as crianças participam ativamente;
► O professor tem acesso rapidamente a todas as respostas, avaliando quais alunos estão alcançando melhor compreensão do conteúdo e quais precisam de mais instrução para avançar;
► Aumenta o engajamento na atividade de aprendizagem e reduz a dispersão e indisciplina dos estudantes.



Compartilhar no WhatsApp


Compartilhar no Facebook




Referências:

Hojnoski, R.L., Wood, B.K., Cawley, R. et al. The Effect of Response Cards on Preschoolers’ Engagement during a Mathematics Activity: A Preliminary Investigation. Educ. Treat. Child. 43, 123–136 (2020).

Lambert, M. C., Cartledge, G., Heward, W. L., & Lo, Y. (2006). Effects of Response Cards on Disruptive Behavior and Academic Responding During Math Lessons by Fourth-Grade Urban Students. Journal of Positive Behavior Interventions, 8(2), 88–99.

Christle, C. A., & Schuster, J. W. (2003). The Effects of Using Response Cards on Student Participation, Academic Achievement, and On-Task Behavior During Whole-Class, Math Instruction. Journal of Behavioral Education, 12(3), 147–165.

Armendariz, F., & Umbreit, J. (1999). Using Active Responding to Reduce Disruptive Behavior in a General Education Classroom. Journal of Positive Behavior Interventions, 1(3), 152–158.

Gardner, R., Heward, W. L., & Grossi, T. A. (1994). Effects of response cards on student participation and academic achievement: A systematic replication with inner-city students during whole-class science instruction. Journal of Applied Behavior Analysis, 27(1), 63–71.

Narayan, J. S., Heward, W. L., Gardner, R., Courson, F. H., & Omness, C. K. (1990). Using response cards to increase student participation in an elementary classroom. Journal of Applied Behavior Analysis, 23(4), 483–490.