Presidente Bolsonaro veta Projeto de Lei que garante atendimento psicológico nas escolas públicas



Na última quarta-feira, 9 de outubro, o presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei que garantia aos alunos das escolas públicas atendimento por profissionais de psicologia e de serviço social.

Pela proposta, aprovada na Câmara no último mês, as redes públicas de educação básica contariam com serviços de psicologia e assistência social buscando a melhoria do processo de aprendizagem e das relações sociais e institucionais entre alunos, professores e a comunidade escolar.

A justificativa do governo para o veto foi que a proposta criaria despesas para o poder executivo sem indicar fonte de receita. O projeto agora volta ao Congresso Nacional, onde o veto do presidente pode ser derrubado pelos parlamentares por maioria absoluta dos votos.